logo extrafarma

A versão deste navegador nao é compatível com este site.
Por gentileza, atualize seu navegador aqui
Ou baixe uma das opções abaixo:
Google Chrome , Firefox.

Assuntos

dicas para mudar a cor do cabelo

imagem dicas para mudar a cor do cabelo

Mudar a cor das suas madeixas pode ser a receita para dar uma guinada na sua autoestima ou quem sabe simplesmente ousar e surpreender. O que não vale é se arrepender. Existe uma grande diferença entre as tinturas para cabelos, os tonalizantes e a henna. Tinta não clareia tinta, e o caminho de volta pode danificar toda sua cabeleira. Portanto, antes de tomar qualquer decisão, fique atenta as dicas que selecionamos pra você.

COMECE DEVAGAR

Analisar seu tom de pele, estilo de vida, a existência de alisamento ou qualquer outro procedimento que agrida seus cabelos é imprescindível para alcançar um resultado positivo. Algumas técnicas exigem manutenção regular. Outras são temporárias e mais adequadas para quem não tem tanto tempo para se dedicar aos cuidados que exigem a mudança de cor. Todos esses fatores devem ser levados em consideração.

Tintura

A tintura é uma opção permanente e mais agressiva. Para um resultado bonito, seus cabelos precisam estar fortes e saudáveis, já que mudar a cor existe todo um processo químico que altera a fibra capilar.

A cutícula é a parte externa do fio com várias escamas transparentes que protegem o córtex, considerado o coração do fio. O córtex que é responsável pela força, elasticidade e maleabilidade do fio de cabelo. Na coloração permanente, o pigmento da tinta é depositado no córtex. Porém, para que isto ocorra, substâncias químicas agem para abrir a cutícula do fio, remover a cor natural que está depositada no córtex e, em seguida, depositar a cor da tinta. Por isso, na tintura, é necessário um tempo de ação maior para que este processo ocorra de forma completa.

A amônia tem a função de inchar e amolecer a queratina do cabelo, abrindo as escamas, para ajudar o oxidante (água oxigenada) liberar oxigênio e clarear o fio. Sem a amônia, não existe a reação química necessária para retirar o pigmento natural do cabelo. Ou seja, a tintura afeta toda a estrutura do cabelo. Portanto, caso opte por mudar a cor de suas madeixas é necessário hidratação constante para evitar que seus cabelos se tornem ressecados, quebradiços e porosos.

Também não pense que se você tem cabelos escuros conseguirá ser uma loira platinada. As tintas conseguem alterar, em no máximo, 4 tons da cor natural do seu cabelo (com água oxigenada de 40 volumes). Desejar ser loira, neste caso, corre o risco de ficar com cabelos alaranjados ou amarelos demais, com aparência artificial.

Atenção também a cor escolhida. Se futuramente optar por cabelos mais claros, o resultado surgirá apenas na raiz, que é virgem. Coloração não clareia coloração. Neste caso será necessário procedimentos agressivos para remover o pigmento da tinta do cabelo e depois aplicar a cor mais clara. A descoloração é capaz de eliminar os pigmentos naturais e a decapagem, remover os pigmentos artificiais do cabelo. Ambos danificam o cabelo, provocando um corte químico, com quebra dos fios. A solução para clarear é optar por pequenas mechas ou reflexos, menos danoso para o cabelo.

Henna

A henna é um produto antigo, elaborada a partir de um pó avermelhado extraído das folhas de uma planta. Está indicado apenas para quem tem cabelos escuros. É 100% natural e pode substituir a tintura com a vantagem de não agredir os fios. A ação é superficial já que não tem o poder de abrir a cutícula para depositar o pigmento. Ela literalmente pinta o cabelo. Os resultados, da mesma forma, não são permanentes e a durabilidade é reduzida comparada a tintura.

A vantagem da henna é além de dar mais brilho, fortalece os fios. Tem efeito cumulativo e a cor se acentua a cada aplicação. A desvantagem é uma coloração avermelhada em pessoas com cabelos brancos. Se você quer cobrir os cabelos brancos, terá que optar pela tintura convencional. A henna também não é indicada para quem já tem cabelos tingidos.

Tonalizantes

Tonalizantes tem uma ação superficial. Não é natural como a henna e é menos agressivo que a tintura. Não tem o poder de clarear pois não contêm amônia e, por isso, não atinge o córtex. Altera a cor de maneira temporária por conter oxidante (água oxigenada) na sua composição depositando o pigmento apenas na cutícula do fio. Indicado para quem quer intensificar a cor ou desejar uma pequena alteração no tom do cabelo.

Tonalizantes também podem ajudar a tirar o amarelado de cabelos loiros tintos mas não clareiam os fios. Ideal para cabelos escuros, combater o aspecto desbotado e realçar o brilho.

Se os indesejados cabelos brancos começaram a surgir, é uma boa opção antes de partir para a tintura permanente. Mas caso tenha uma grande quantidade de branco, esqueça o tonalizante. Ele disfarça apenas 50% dos fios brancos.

ENCONTRE SUA COR IDEAL

Pronta para mudar o look? Veja as dicas do cabelereiro Léo Câmara para não errar na escolha do tom.   

Pele branca: combina com todos os tons dos dourados aos vermelhos, só tome cuidado com o preto que pode pesar e ainda envelhecer a pessoa.
 

Pele rosada: tons cobre ou puxando para o dourado deixa a pele mais natural.
 

Pele morena: tons de marrom puxando para o dourado ou mel deixam a pele mais leve e com ar saudável.
 

Pele negra: tons mais escuros sempre, no máximo puxando para o avermelhado ou marrom escuro para não ficar artificial.
 

Pele amarelada: marrom mais escuro, seja puxando para cobre, dourado ou até avermelhado. Fuja dos tons loiros para não deixar o tom de pele apagado.

D-pantenol (vitamina B5)

Pele, cabelos e unhas: O segredo da beleza

imagem D-pantenol (vitamina B5)

Cabelos ressecados, unhas quebradiças e pele sem brilho são um pesadelo para qualquer mulher que se preocupa com a aparência. Algumas, por falta de informação, acreditam que cuidar da beleza está fora do alcance do seu bolso. Outras, investem tempo e dinheiro com tratamentos sem resultados eficientes.

Sabe por quê?

O passo número 1 para o sucesso de qualquer tratamento é a hidratação. Sua pele e seu cabelo precisam de água, da mesma forma que seu organismo, depende dela para manter-se vivo. Sem a hidratação necessária, não existe produto ou tratamento que faça milagre! E aí, você acha que foi enganada. Que o produto é ruim, ou que comprou gato por lebre. Mas não é nada disso. Faltou apenas a substância umectante indispensável para ativar as outras formulações. Pele seca é pele “doente”. Portanto, nada de pular etapas, nem perder tempo e dinheiro.

Uma boa dica é o D-pantenol, uma substância de primeira linha do grupo das vitaminas do complexo B, utilizada em formulações cosméticas na forma de cremes, tônicos, gel, loções, pomadas, shampoos, condicionadores etc. Ela age na manutenção da umidade natural dos cabelos, pele e unhas, auxiliando na retenção da água, evitando, desta forma, a perda da hidratação.

Com princípio ativo pró-vitamina B5, suas pequenas moléculas tem grande poder de penetração, devolvendo rapidamente a vitalidade necessária para a beleza e equilíbrio do seu corpo. Ideal para lábios ressecados, calcanhares rachados, cotovelos ásperos, olheiras, além, lógico, da hidratação da pele como um todo. Atua também no combate ao envelhecimento, na recuperação de lesões causadas por queimaduras, cicatrização de feridas e dermatites.

Adeus aos cabelos ressecados e sem brilho

Passando para a próxima etapa: a moldura do rosto. Você quer poder continuar usando o secador, chapinha, pintando suas madeixas, mergulhando na piscina e no mar e ainda conseguir ter cabelos saudáveis, certo?

A má notícia é que os cabelos são os que mais sofrem com a falta de hidratação, já que diferente da pele, não conseguem se regenerar. Portanto, tesoura nas pontas-duplas, e seguimos para o próximo passo do seu tratamento. Antes, é importante você conhecer um pouco mais sobre o seu cabelo para entender como funciona este processo e o porquê da necessidade vital de hidratação.

A cutícula é a parte externa do fio de cabelo. Ela é composta por várias escamas (entre 5 a 12), sobrepostas umas as outras, como as escamas de um peixe. Tem a função de proteger contra as agressões do dia-a-dia, de forma a evitar a perda de proteínas essenciais para a saúde do cabelo. É ela quem regula a entrada e saída de água da fibra capilar. 

Quando essas escamas são agredidas, elas se abrem e o fio perde a umidade. E é exatamente isso que provoca o aspecto poroso, eriçado, ressecado, sem contar que a tendência à quebra se torna inevitável.

O D-pantenol tem o poder de “blindar” a cutícula do cabelo conseguindo preservar as moléculas de água e nutrientes dentro do fio. Resultado: cabelos brilhantes, sedosos e fáceis de pentear.

Pesquisas comprovam que o uso constante do D-pantenol consegue também aumentar a espessura do cabelo em até 10% do diâmetro. A explicação é simples: por ter o poder de reter a água nos fios, eles ficam mais estufados, tornando-os mais grossos.

Unhas fortes e bonitas

Unhas bem cuidadas, além de transmitir um aspecto de limpeza, acrescenta um toque de sensualidade que toda mulher vaidosa adora. Mas você sabia que o uso constante de esmalte causa ressecamento e enfraquecimento das unhas? Por isso, é aconselhável o descanso de uma semana, a cada período de um mês. Nesta pausa recomenda-se substituir o esmalte por aplicações de hidratantes para manter a vitalidade das unhas.

Para quem não abre mão dos esmaltes, existe no mercado vários produtos formulados com D-pantenol, desde bases, fortificantes, brilhos e até mesmo removedores e o próprio esmalte em si! Desta forma, você pode manter suas unhas pintadas o ano todo sem o risco de torná-las fracas, quebradiças e ressecadas.

Dicas importantes:

  1. Antes de tudo não deixe sua manicure lixar a unha por cima, pois remove parte da queratina, tornando-as mais fracas e finas.
  1. A base, além de servir para uma esmaltação mais uniforme, serve para evitar que o esmalte entre em contato direto com a unha, protegendo-as dos componentes químicos usados em sua composição.

  1. Fortalecedores devem ser aplicados antes da base para que absorva os nutrientes.

  1. Acetona pode enfraquecer as unhas. Prefira os removedores de esmaltes.

  1. Se você tem unhas muito fracas, dê preferência aos esmaltes com D-pantenol em sua fórmula.

Além de fortalecer as unhas, o D-pantenol ajuda a hidratar as cutículas, rachaduras nas pontas dos dedos, além de auxiliar na cicatrização dos temidos e doloridos “bifes”. O uso frequente de D-pantenol também favorece a diminuição do excesso de pele em volta da unha.

Baratos e com multifunções, existem centenas de produtos à base de D-pantenol. Para resultados mais eficientes, use com frequência.

acabe com o mal pela raiz

imagem acabe com o mal pela raiz

Uma das queixas mais comuns nos consultórios dermatológicos é a queda de cabelo. Dentro do que é considerado normal, homens e mulheres podem perder até 100 fios por dia. Quando o couro cabeludo dá sinais de que não está saudável, a dica é procurar um especialista para que ele possa verificar a causa do descontrole e indicar o tratamento correto. A queda de cabelo ocorre por diversos motivos: genética, estresse, anemia, doenças relacionadas à tireoide, tratamentos oncológicos, uso de determinados tipos de medicamentos, pós-parto, dieta inadequada, entre outros. Além do tratamento indicado pelo profissional, é importante manter uma alimentação balanceada e tomar alguns cuidados para não acentuar a queda, como não lavar os cabelos com água muito quente, evitar prender ou dormir com as madeixas molhadas e usar diariamente o secador e chapinha.

Assuntos